UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES
UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES

ENFERMAGEM EM UTI DE ADULTOS

Confirme os dados do seu curso e a oferta escolhida
Clique em inscreva-se e preencha o formulário com seus dados
Escolha sua forma de pagamento e economize em todas as mensalidades
Adquira seu voucher e bons estudos!


UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES EAD
2º semestre de 2020

Integral
Você será isento da matrícula UCAM e a bolsa de desconto será aplicada em todas as mensalidades do curso
Matrícula: R$ 250,00
Bolsa de 30,00 %
De 18x de R$ 390,00 por 18x de R$ 273.00

Sobre o curso
O curso de Pós-Graduação a distância em Enfermagem em UTI de Adultos prepara o profissional para trabalhar e gerir UTIs – Unidades de Terapias Intensivas – de adultos, gerais, cardiológicas, neurológicas, trauma e outras que envolvem cuidados intensivos e/ou críticos, quer sejam públicas, militares ou privadas. Todo conteúdo e proposta pedagógica está embasada e ancorada nas legislações nacionais, como a RDC-07, RDC-26 e RDC-50, das quais parte de nosso corpo docente participou ativamente na ANVISA na elaboração das propostas de melhorias da normatização e otimização da enfermagem em terapia intensiva. O curso segue as diretrizes internacionais para as melhores e mais seguras práticas em cuidados críticos e terapia intensiva em toda sua especificidade e complexidade, sendo elas: American Heart Association - AHA American College of Cardiology - ACC American College of Surgeons Society of Critical Care Medicine – SCCM, dentre outras. O corpo docente do curso é responsável por elaborar as videoaulas, selecionar artigos de referência, mediar fóruns de discussão e atender às questões dos alunos, além de ser composto por Enfermeiros renomados e referências Nacionais em sua área. Eles estarão ao seu lado através do ambiente virtual, abordando técnicas mais usuais e modernas de atendimento ao paciente, discutindo relevantes casos clínicos e os artigos científicos mais comentados no momento. Você vai estudar com um time de docentes de alto nível acadêmico e profissional. São eles: Titulado Estomaterapeuta SOBEST Alfeu Gomes de Oliveira Júnior Ms. Andrezza Serpa Franco Ms. Clayton Lima Melo Especialista em UTI Francine Banni Félix Ms. Gisele Aparecida Fófano Ms. José Melquiades Ramalho Neto Titulado UTI-ABENTI/AMIB Marcos Paulo Schlinz Ms. Raphael Costa Marinho Titulado UTI-ABENTI/AMIB Rennan Martins Ribeiro Drª. Roberta Teixeira Prado Esp. Wesley Pinto da Silva Ms. Widlani Sousa Motenegro
Disciplinas

·         Introdutório em UTI , SBV e SAVC em Adultos

O primeiro contato do aluno com paciente crítico na Terapia Intensiva de Adulto requer um abordagem inicial acerca do histórico, estatísticas, perfil e tipos de UTIs, Recursos Humanos e Tecnológicos, Legislação vigente e área física; Desenvolvimento da Liderança, Enfermeiro como Líder Coach; BLS (Basic Life Support) – Suporte Básico de Vida para profissionais de saúde; Guidelines mais atualizado, reconhecimento e acionamento de ajuda, técnicas de compressões torácicas, ventilação com dispositivo de barreiras, ventilação bolsa-válvula-máscara; uso do DEA – Desfibrilador Externo Automático, Cadeia de Sobrevivência Intra-Hospitalar; e principais tópicos do ACLS (Advanced Cardiovascular Life Support) – Suporte Avançado de Vida em Cardiologia; principais Arritmias, Condutas e Intervenções; Indicações, Contraindicações e Terapia de Controle Direcionado à Temperatura Pós-PCR.

 



·         Cuidados Intensivos ao Trauma Grave e Neurointensivismo.

Abordagem de toda especificidade dos Cuidados Intensivos necessários ao paciente acometido de trauma grave, principais cuidados, potencialidade e minimização de agravos; entendimento sobre o Atendimento Pré-Hospitalar, tal como cinemática do trauma, dentre outros, que possibilitarão a continuidade segura e eficiente dos principais cuidados ao indivíduo vítima de Trauma Grave, baseado no ATCN e PHTLS vigente; vinculação de todo conhecimento à Terapia Intensiva, de forma que os Cuidados Intensivos sejam de Alta Performance mediante a criticidade e particularidades de uma vítima de trauma grave; Abordagem Sistemática e de acordo com todas as Diretrizes Atuais acerca do Neurointensivismo, com todas suas particularidades e peculiaridades; Pré e Pós-Operatórios de Neurocirurgias na UTI; além dos Protocolos de Hipotermia como Neuroproteção, cada vez mais difundido no manejo do paciente grave, não somente PÓS-PCR; Identificação, controle e medidas farmacológicas e não farmacológicas no Delirium.

 



·         Suporte Nutricional e Nefrointensivismo em Adulto na UTI.

A manutenção da terapia nutricional é muito importante na Terapia Intensiva de Adultos, sendo fator imprescindível para a eficácia do tratamento intensivo; é parte integrante e não deve ser negligenciada; o Enfermeiro possui um importantíssimo papel na manutenção e evolução nutricional, prevenindo a deterioração do indivíduo e otimizando o prognóstico; abordagem dos mecanismos fisiopatológicos, processos inflamatórios, infecciosos e de cicatrização correlacionados; alterações metabólicas; tipos de aporte nutricional e avaliação nutricional do paciente crítico; Particularidades da Nefrologia aplicada à Terapia Intensiva; doença renal, terapias renais substitutivas e inovações tecnológicas; cuidados nefrológicos, Pré-operatório de transplante renal na UTI; PO imediato, mediato e tardio de transplante renal.



 

·         Farmacologia aplicada a UTI.

Conhecimento básico e avançado dos principais fármacos utilizados na UTI, Farmacovigilância; principais antídotos; Drogas Vasoativas: importância e peculiaridades; Disciplina imprescindível ao preparo do Enfermeiro que supervisiona, coordena e presta cuidados intensivos a pacientes críticos numa Terapia Intensiva.

 

 

 

 



·         Gerência de Enfermagem e Monitorização Hemodinâmica em UTI de Adultos.

Gerenciamento e Supervisão de Enfermagem na UTI de Adultos, gerenciamento de riscos e gestão da qualidade; a monitorização qualificada determinará o sucesso da UTI bem como o prognóstico do paciente hemodinamicamente instável; conhecer a fundo alterações e implicações dos sinais vitais; monitores cardíacos e neurológicos; monitorização hemodinâmica invasiva e não invasiva; manutenção da hemodinâmica de pacientes instáveis e eficiência no atendimento na Unidade de Terapia Intensiva.





·         SAE aplicada em UTI, Cuidados Intensivos ao grande queimado, lesões por pressão e estomas.

SAE- Sistematização da Assistência de Enfermagem em todas as suas fases (histórico, diagnóstico de enfermagem, plano de cuidados, prescrição de enfermagem, reavaliação) aplicados à Terapia Intensiva de Adultos; Estatísticas; Atualização em feridas, lesões e coberturas, coberturas especiais e inovações tecnológicas; cuidados com o grande queimado e com o indivíduo Ostomizado na UTI, orientações Pós-alta do indivíduo ostomizado.

 



·         SCA e Cuidados Intensivos em PO de CCV, ECG aplicado a UTI.

SCA – Síndromes Coronarianas Agudas, abordagem dinâmica e direcionada ao paciente grave acometido de IAM (Infarto Agudo do Miocárdio) e Angina Estável e Instável; papel do Enfermeiro mediante SCA; abordagem específica do Pós Operatório de Cirurgia Cardiovascular, o papel do enfermeiro e equipe, principais cuidados e monitorização; intervenções e potencialidades neste paciente de alta complexidade; Abordagem bastante atualizada e dinâmica acerca da Eletrofisiologia e Eletrocardiografia Aplicada em Terapia Intensiva, fornecendo aos alunos subsídios para cuidados intensivos diferenciados e dinâmicos, otimizando a assistência e minimizando agravos; teórico e prática, com uso de ferramentas e tecnologias para favorecer a simulação.

 



·         SEPSE e Controle de Infecção aplicado a UTI.

SEPSE, Novas Diretrizes, Campanha de Sobrevivência a Sepse, Protocolos e Pacotes de atendimento a SEPSE; choque séptico; papel do enfermeiro intensivista no protocolo da SEPSE e no controle de infecção na UTI;  Abordagem sobre o controle de infecção hospitalar e bem como todas as especificações e particularidades do controle de infecção aplicada à Terapia Intensiva de Adultos.

 



·         Suporte Ventilatório em UTI de Adultos

Esta disciplina visa oferecer de maneira bastante dinâmica e atualizada sobre a Anatomofisiologia respiratória, fisiopatologia respiratória; papel do enfermeiro mediante quadro de IRpA (Insuficiência Respiratória Aguda), Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo e Distúrbio Acidobásico; Suporte ventilatório Invasivo e Não Invasivo; análise de gasometria arterial e venosa bem como sua aplicabilidade; Tipos de ventiladores mecânicos, modos ventilatórios e montagem e “set up” de um ventilador mecânico no indivíduo Adulto.



 

·         PO de Cirurgia Geral, Choques; Segurança e Qualidade em UTI.

Principais cuidados na Terapia Intensiva no paciente submetido à Cirurgia Geral e outras (gastrectomia, esofagectomia, laparotomia exploratória; anastomoses; hepatectomia; nefrectomia; e outras); além das principais terapias e condutas cirúrgicas e/ou clínicas; abordagem sobre os Tipos de Choques e Terapêutica indicada; cultura de Segurança e Qualidade na Terapia Intensiva, conceitos e ferramentas de qualidade, acreditação nacional e internacional.

 



·         Sedação e Dor na UTI, Ética e Bioética, Manutenção do potencial doador de órgãos e tecidos.

Visa preparar o enfermeiro intensivista a conhecer e avaliar os diversos tipos de narcose e analgesia, bem como sua importância ao paciente na Terapia Intensiva; avaliação e atuação na Dor; Escalas e Avaliação prática da Dor; protocolos da Dor; Abordagens sobre Ética e Bioética aplicadas à Enfermagem, com enfoque na Terapia Intensiva de Adultos, bem como ao paciente crítico, paciente terminal, familiares e equipe multidisciplinar; aplicadas à Terapia Intensiva. Aspectos éticos e legais da morte encefálica, captação e doação de órgãos, bem como a identificação e manutenção do potencial doador; abordagem a familiares de doador; protocolos, órgãos responsáveis; centros de referência; responsabilidade profissional.

 



·         Metodologia da Pesquisa Científica.

O módulo visa o embasamento inicial e orientação aos discentes sobre toda a metodologia científica, como bibliografias e outros, para a formulação e formatação dos Trabalhos de Conclusão de Curso, indispensável para a obtenção do Certificado de Especialista; Desenvolvimento e Orientação do Projeto e Artigo Científico dos alunos; abordagens sobre normas para publicação e caminhos; abordagem sobre plágio, fichamento e referencial; Revisão final dos Artigos, orientação da turma e individualizada; entrega e correção primária dos Artigos; orientações de correções e adequações finais; encaminhamento para publicação dos trabalhos viáveis.

Público-alvo: Graduados em Enfermagem.
Pré-requisitos:
O curso EAD - O curso de Pós-Graduação Lato Sensu a distância permite que você estude em um Ambiente Virtual de Aprendizagem onde são disponibilizadas ferramentas como vídeos, Chats, Fóruns, imagens, ilustrações, animações, simuladores, atividades e avaliações, com um encontro Presencial obrigatório, quando o aluno deve realizar a Avaliação Final de acordo com o artigo 6º da Resolução do CNE/CES n. 01/2007 e com o artigo 24 do Decreto n. 5.622/05. Avaliação Final Presencial - A Avaliação Presencial é obrigatória, acontece ao final do curso, nas principais capitais brasileiras e é agendada com antecedência. Sistema de aprovação - para ser aprovado no curso e obter o certificado o aluno deve: - Atingir a média a média de aprovação 7,0 (sete), em uma escala de zero a dez, em cada disciplina e na apresentação do Artigo Científico. - Frequência mínima em 75% das aulas ministradas em cada disciplina (o controle será feito através dos acessos à Sala de Aula Online / Rota de Aprendizagem e do Tempo de Navegação na Plataforma).
Mercado de Trabalho:
O curso capacitará você nas seguintes habilidades intensivistas: Criar, desenvolver e atualizar os POPs – Procedimentos Operacionais Padrão, que envolvem a Enfermagem na Terapia Intensiva; Desenvolver habilidades de gestão da qualidade e segurança na UTI, bem como gestão de recursos humanos, gestão de recursos e tecnologias, gestão de riscos; dentificação precoce e estabilização do paciente instável, inclusive vítimas de trauma grave; Adquirir conhecimentos básicos e avançados em cardiologia, eletrocardiograma - ECG e síndromes coronarianas agudas; Gerir equipes de Terapia Intensiva de Adultos, visando a capacitação, atualização e educação continuada em cuidados críticos; Promover e solidificar a produção científica de componentes das equipes de unidade de terapia intensiva; Aprender a utilização de drogas e procedimentos altamente complexos nas diversas possibilidades da terapia intensiva de adultos; Desenvolvimento de habilidades no tratamento e atendimento em cuidados críticos; Conhecer e obter habilidades em Nefrointensivismo e Neurointensivismo; Adquirir conhecimentos para operar e capacitar as tecnologias que envolvem a UTI, tais como monitorização invasiva e não-invasiva, ventiladores mecânicos, aparelhos, dispositivos e procedimentos de alta complexidade utilizados em enfermagem intensivista para pacientes críticos ou potencialmente graves. Disciplinas